datahosting

datahosting
cadastro
SE FOREM FAZER COMPRAS NA NET PRIMEIRO VERIFIQUEM O MERCADO LIVRE É UM ÓTIMO SITE PARA SE FAZER COMPRAS SEM MEDO E SEM DEMORA PARA CHEGAR EM CASA...ESSE SITE É DE CONFIANÇA NELE VOCÊ ACHARÁ OQUE PREOCURA...ENTRE E APROVEITE AS OFERTAS.
http://images.neobux.com/imagens/banner9.gif

Arquivo do blog

FUTEBOL ONLINE

terça-feira, 22 de maio de 2012

Tudo às gordinhas

Divulgação

Se até o Rei Roberto Carlos declarou seu amor às gordinhas... lembra? “... Coisa bonita, coisa gostosa, quem foi que disse que tem que ser magra pra ser formosa? (...)”. A gente prova aqui que, apesar de ainda vivermos na ditadura da magreza, as adeptas da beleza real vão conquistando seus espaços nos mais diferentes segmentos. No passado, Michelangelo, Toulouse Lautrec, Caravaggio, Klimt e Renoir eternizaram as mulheres de formas fartas. Tá certo, você vai dizer que eram tempos de padrões de beleza muito diferentes. Mas, a moda vai e volta, não é mesmo? Por que não? Hoje as mulheres turbinam os seios. Na década de 80, elas faziam redução de mamas. Portanto... viva a nossa ‘Gisele GG’ Flúvia Lacerda, a Simone Gutierrez que, em meio a monstros sagrados do teatro, rouba a cena e até a estrela internacional Beth Ditto.

Divulgação

A Gisele do tamanho 48

Se nossas magrinhas são as mais lindas do mundo, ao olhar para Fluvia Lacerda podemos dizer o mesmo sobre as nossas gordinhas. A top model plus size tem 29 anos, 1m72 de altura, veste manequim 48 e, antes de ser alçada ao Olimpo fashion GG, comeu o pão que o diabo amassou em terras americanas, onde vive há12 anos. Sem trocadilhos. "Antes de ser modelo, lavei chão de restaurante, fui babá e faxineira. Não tinha dinheiro para nada, comia macarrão instantâneo. Hoje, tenho um duplex em frente ao rio Hudson, em Nova York, e uma casa de praia no México", explica a top que, há três anos, é contratada da Elite Models internacional. "Quem diria que uma gordinha poderia ser considerada linda e sexy? Quando contei aos meus amigos, no Brasil, sobre o trabalho, todos olharam de forma estranha. Acho que pensaram: ‘Fluvia, modelo’?", diverte-se. Nem as desconfianças, o preconceito e as piadinhas com as quais teve de conviver abalaram a autoestima. "É engraçado dizer, mas eu já nasci com autoconfiança. Uso a lógica para me desvencilhar dessas paranóias. Sempre vão existir críticas: se você é muito alto precisa ser mais baixo, se tem cabelos vermelhos deveriam ser louros, se ele é cacheado precisaria ser liso. E nessa loucura de se encaixar nos moldes que a sociedade empurra goela abaixo, as pessoas esquecem de viver, de se amar e de se dar a chance de se conhecer melhor para, quem sabe, gostar de si mesmo", enumera Fluvia, que tem planos de lançar uma marca de moda GG no Brasil. "Quero mostrar aos brasileiros que esse mercado é uma mina de ouro!".

Divulgação

Estrela de grandeza

Simone Gutierrez, a atriz que interpreta a personagem Tracy, do musical Hairspray, direção de Miguel Falabella e em cartaz no Teatro Oi Casa Grande – ela sonha ser estrela de TV em um programa dominado por meninas magras, altas e donas de uma estética perfeita – quase perdeu o phisique du role para o papel, frente à maratona de ensaios a que foi submetida. “Emagreci quatro quilos, mas a vantagem da Tracy é que não preciso mais me preocupar com a quantidade da comida. Não abro mão da qualidade. As pessoas acham que como muito doce, mas não posso, porque, caso contrário, minha resistência para o espetáculo fica comprometida”, explicou Simone, que interpreta um dos únicos papéis criados especialmente para uma atriz plus size . “Já sofri muito preconceito na profissão. Tinha certeza que perdia o trabalho por estar acima do peso. No teatro musical tudo está muito ligado ao físico do personagem. Mas, se você estuda e se dedica, é tácita a chance”, afirmou Simone, formada em balé clássico, com especialização em Teatro Musical no Broadway Dance Center e no Open Jar Institute, em Nova York. Oportunidade surgida, talento reconhecido e inspiração para outras garotas? “É importante poder contribuir para a autoestima de alguém. Se eu conseguir proporcionar essa dádiva, já terei cumprido meu papel”, emocionou-se Simone.

Divulgação

Seu dinheiro não me veste

Vocalista da banda Gossip, Beth Ditto é famosa pela musicalidade e pelos impropérios desferidos contra a Topshop que a convidou para associar a imagem à rede inglesa de lojas. “Não vou colocar meu rosto onde não me dão a oportunidade de usar as roupas. Não preciso ganhar o dinheiro assim”, declarou. E se é difícil para ela encontrar roupas com estilo, imagina para as simples mortais? Pensando nisso, Beth se associou à marca inglesa Evans e criou as próprias peças. No lançamento, até Kate Moss se empolgou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores

Translate